5 Álbums Subestimados de Punk Rock do Séc. XXI

Já foi tempo em que o Punk Rock era um dos gêneros mais conhecidos de música. Basta lembrar da década de 90 em que bandas como Green Day e The Offspring levaram o estilo a um nível de popularidade, até então, inimaginável. Mesmo passada essa fase de extremo sucesso comercial, o gênero ainda produz grandes álbums, ainda que, não mais com a mesma popularidade e receptividade de outros tempos. Para comprovar a relevância do Punk Rock mesmo no século XXI, selecionamos 5 grandes álbums do gênero lançados após o ano 2000.

Armchair Martian - "Monsters Always Scream"
Ano de Lançamento: 2001
Poucas bandas de Punk Rock tem um vocalista que realmente chame a atenção por sua voz, mais do que por sua interpretação das letras ou pela melodia que canta. Mas esse é o caso do Armchair Martian, que tem, em Jon Snodgrass, um grande cantor e compositor. Outro ponto interessante da banda é a veia de Rock'n'Roll, fugindo do Punk Rock mais tradicional.
Não deixe de ouvir: "John Wayne", "Fired" e "Martyr"



Authority Zero - "The Tipping Point"
Ano de Lançamento: 2013
A combinação de punk rock com ska e reggae é manjada mas são poucas as bandas que ainda conseguem fazê-la com originalidade. É o caso do Authority Zero, que alterna entre músicas diretas de Punk Rock e músicas de Ska Punk.
Não deixe de ouvir: "Take or Leave It",  "Lift One Up" e "Today We Heard the News"



Ignite - "Our Darkest Days"
Ano de Lançamento: 2006
"Our Darkest Days" tem letras politizadas, guitarras rápidas e pesadas com influências de metal/hardcore e ótimas melodias graças à potente voz de Zoli Teglas.
Não deixe de ouvir: "Bleeding", "Let it Burn" e "Three Years"


The Bouncing Souls - "The Gold Record"
Ano de Lançamento: 2006
"The Gold Record" tem uma energia e astral contagiantes. A quantidade de refrões memoráveis desse álbum rivaliza com grandes clássicos do punk rock.
Não deixe de ouvir: "The Gold Song", "Sound of the City" e "Midnight Mile"



The Lawrence Arms - "Oh! Calcutta!"
Ano de Lançamento: 2006
The Lawrence Arms é um trio em que tanto o guitarrista, quanto o baixista, emprestam suas vozes para as músicas.  Os dois cantores possuem vozes bem distintas o que dá uma ótima diversidade ao som do grupo. Além disso, a urgência com que os dois alternam-se ou cantam juntos cada verso de cada música de "Oh Calcutta!" fazem do ábum uma experiência catártica do início ao fim.
Não deixe de ouvir: "Great Lakes/Great Escapes", "Requiem Revisited" e "Like a Record Player"















Comentários

Postagens mais visitadas